19.6.05

Um bilhete

Escrito num pequeno pedaço de papel, num idioma que eu não compreendia. O papel ficou amarelo, a tinta azul perdeu o tom, algumas letras ficaram ilegíveis, e nós já não somos mais os mesmos.

“All the days are long night, when I don’t see you
And all the night are long days, when I dream off you”
William Shakespeare
Got you on my mind... Brasília, 1980.
O melhor lugar para guardar um tesouro é dentro do coração, pois nem o tempo nem as intempéries da vida são capazes de corroê-lo, uma amizade, um amor, um ente querido, é no coração que se operam os milagres da vida. Hoje encontrei uma amiga, alguém muito especial, a minha primeira musa, o meu primeiro amor, fiz para ela muitas poesias, quase todas se perderam, uma ficou, e hoje tive a alegria de saber que 21 anos depois finalmente ela leu.

Ainda sinto no peito a mesma emoção de quando a encontrava pelos cantos da cidade, cada encontro fazia aquecer o coração, ela não entendia, em sua mente havia a nítida impressão de que me magoou, não sabe ela que nenhuma mágoa restou, só a lembrança do seu sorriso, como era doce aquele sorriso.

1 Comments:

Anonymous Bete said...

Xuuuuuuuuuu...

Seu blog tá liiiiiiiiiiiindo.

E vamos ver se o sistema de comentários está funcionando.

Um beijinho.

11:29 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home