14.11.05

O aprendiz 1ª lição.



As mulheres, quem as entenderá?

A mulher é sem dúvida motivo de alegria e tristeza, na vida de um homem, ao mesmo tempo em que motiva conquistá-la é também uma forte razão para manter-se afastado. O criador dotou a mulher de incontáveis recursos para a sedução, nós, os pobres homens, estamos desprotegidos diante de todo o arsenal de que dispõe a mulher.

Quanto ao sexo, somos na maioria das vezes racionais, se queremos fazemos. A mulher é antes de tudo emoção, não que seja isto um demérito, mas suas atitudes são direcionadas não a atender o desejo que arde em seu corpo, mas sim a fantasia idealizada em sua mente.’

Uma mulher pode mesmo ardendo de desejo sublimar o sentimento por puro capricho. Pode até mesmo esconder sua fúria sexual no ato, se algo a desagrada, basta que o companheiro tenha a aborrecido, ela age assim por puro capricho, ou maldade.

Enquanto o homem se excita com maior freqüência pelos estímulos visuais e físicos, a mulher, que é sentimento, espera todo um jogo de sedução, cheiros, toques, sons, gostos, palavras e gestos. Na sedução a mulher espera uma variação entre a sutiliza de um olhar e o arrebatar de um abraço, como as ondas do mar em seu balanço, é na variação dos estímulos que reside à satisfação feminina no ato sexual. Se não for atendida a sua expectativa ela pode sufocar o vulcão que explode dentro de si com uma camada de gelo polar.

Boa parte das mulheres desconhecem, ou pouco utilizam seus atributos de sedução, são muitos os recursos que estão a seu dispor. Mas quando descobrem todo o poder de sedução que está a seu alcance tornam-se verdadeiras senhoras de seu mundo, com o controle de todos os homens ao seu redor.

Enquanto a maioria dos homens se sentem, atraídos e estimulados, por um belo corpo de formas sinuosas e harmônicas, muitas mulheres podem ser arrebatas por companheiros sem tantos atributos físicos e até mesmo dotados de uma indisfarçável barriga. O que conta nesta hora é a capacidade do companheiro em descobrir na mulher os seus segredos, aqueles dos quais elas não falam mais oferecem pistas dissimuladas em pequenos gestos.

No jogo da sedução as regras são criadas a cada ensejo, cada encontro, cada momento, cabe a quem se aventura nestes caminhos estar atento aos sinais. Nisto temos a diferença entre os muitos encontros entre homens e mulheres. Há encontros de puro prazer e felicidade e em outros frustração e insatisfação.

Mas de tudo o que mais impressiona é a essência feminina, conhecer uma mulher é uma tarefa que demanda tempo e dedicação, é preciso estar com o espírito desnudo de qualquer idéia pré-concebida e pronto para as descobertas. A essência feminina, quem a conhecerá? Imagino como seria interessante ler seus pensamentos, evitaríamos muitos desencontros.

A vida tem me ensinado a amar incondicionalmente, todavia deixando sempre uma porta aberta para uma saída de emergência. Quem se entrega a uma descoberta de tamanha magnitude certamente estará exposto as conseqüências de tal encontro. Portanto é bom ter em mente que o fogo da paixão aquece o coração, mas pode consumir a alma. É bom saltar para o abismo profundo equipado com um bom jogo de pára-quedas, assim é possível curtir a queda e quando se aproximar do chão ter garantido um pouso seguro.
Fera
Ah! Quem dera fossem os homens feras
E assim lutassem contra as quimeras
Que se disfarçam entre nós...
Nos comem as entranhas enquanto gargalham
Com suas bocas cheias de batom!

2 Comments:

Blogger nine said...

Filho...
Já dizia a Rita ...mulher é um bicho esquisito, todo mês sangra!

Capiche?

9:09 AM  
Blogger Infinit said...

AHAHAHHAHAHAHHA

Meu...
ce tem que publicar essa crônicas em um livro!

:o)

11:02 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home