8.9.05

O silêncio do coração


Minha amiga oculta

A Solidão é minha parceira
doce amiga, suave companheira
presença constante, verdadeira
para mim não é tristeza é alegria.

É ela que me acompanha nos vôos
por céus de caminhos infindos
por trilhas repletas de vida
por mares dos quais nunca enjôo.

Nela desfruto o canto dos pássaros
contemplo as montanhas, pontes, riachos
me perco nos parques, nos becos, nos bares
andando nas ruas durante as madrugadas.

Recife 27/08/2001.

1 Comments:

Blogger Infinit said...

;o)

12:24 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home