6.9.05

Segredos inconfessáveis...


(Encontro impossível)


Cúmplices de um delito.

Um quarto escuro, dois amantes, um desejo.
Palavras, gemidos, sussurros
Corpos nus, um olhar, um beijo...

De repente acende a chama que:
Queima, arde, fere e consome.

Momento de decisão...

Aquele olhar é faca afiada que corta a razão.
Deixa a mente perturba, gera confusão.
Corpos nus em plena madrugada.
Sentimentos em completa profusão.

Silêncio...

A voz entrecortada, gemidos, contorção...
A alma agora inflamada tomada de paixão
A carne dilacerada e na mente a indagação.

Arrependimento...

Razão em conflito grita, Não!

Silêncio...

Meu corpo curvado carente está
Olhando em volta busca você
Sentindo o vazio que agora está
Onde antes estava você.

Vazio...

Um quarto escuro, um homem, um desejo!
Em sua mente ecoam os sons
Recente-se do beijo
O corpo nu...
Sentindo-se perdido
Ao se perceber
Em flagrante delito.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home