13.12.05

Balanço 2005

Elisabete Priedols minha amiga, sócia fundadora deste espaço, me inspirou a fazer este balanço, que não é original, pois copiei do Infinitloop, mas é verdadeiro e sincero. Obrigado Bete pela constante inspiração.


Este ano passei o Reveillon dormindo, não quis ver o início de 2005.
Tive uma terrível depressão, pensei em suicídio duas vezes.
Em fevereiro, no dia do meu aniversário, fugi para uma praia deserta e desliguei o telefone. Quase terminei com minha vida. Nunca chorei tanto.
Passei o carnaval dentro do meu quarto sem falar com ninguém.
Tentei reagir... Voltei pro Aikido, depois abandonei novamente...
Descobri que tinha engordado 15 quilos em 3 meses.
Saí do movimento estudantil, briguei com todo mundo.
Tive notícias dela, soube que havia partido para Brasília.
Resolvi seguir em frente.
Fui ao Skolbits em Porto de Galinhas.
Tive uma atitude de cavalheiro com uma amiga bêbada, cuidei dela até que ela ficou bem.
Percebi que estava cada dia mais amargo.
Voltei a andar de bicicleta com o Corujaqueira, depois parei.
Voltei a jogar tênis, tem sido minha única distração.
Quando achei que ia explodir encontrei o Infinitloop (o blog da Bete).
Ganhei um blog de presente da Bete, minha ursinha linda. Best Friend!
Fui várias vezes ao cinema sozinho, isto tornou-se um hábito.
Socorrí um homem que teve um enfarto, fiz massagem cardíaca e respiração boca-a-boca.
Soube que ele me procurou depois, será que se apaixonou?
Encontrei uma forma de expor tudo o que me consumia (sede de expressão).
Tive minha primeira decepção com o Partido dos Trabalhadores.
Lutei em nome da história do partido, escrevi, debati, me desgastei.
Passei, depois de 15 anos, o primeiro dia dos namorados sem ela, foi terrível...
Encontrei o meu primeiro amor 25 anos depois, ela continua linda!
Trocamos correspondências.
Fui atingido por esse encontro.
Fiz loucuras e agi como um adolescente apaixonado.
Viajei até o estado das Alagoas só para me encontrar com ela.
Vivi um sonho de adolescente na Praia do Francês.
Resolvi perder peso, perdi, mas não consigo baixar de 99 Kg.
Ganhei um torneio de tênis aos 42 anos, joguei com um rapaz de uns 20 anos.
Fui assaltado, acho que não fui o único.
Descobri que tenho amigos maravilhosos, são minha família adotiva.
Tive uma admiradora secreta, recebi um e-mail dela e nos encontramos, ganhei uma amiga.
Fui assediado por uma adolescente de 16 anos, tive muito trabalho para explicar que ela poderia ser minha filha, ganhei outra amiga.
Comecei a caminhar todo dia, mas parei, estou tentando começar novamente.
Novas crises políticas, chorei ao ver meus sonhos jogados na sarjeta, ainda sofro por isso.
Entrei para uma academia, paguei três meses adiantados, e abandonei...
Só fui malhar uma semana, perdi o dinheiro pago adiantado.
Encontrei a garota com quem perdi minha virgindade, talvez me case com ela.
Iniciei o namoro mais rápido da minha vida, um dia.
Descobri que andar só não é tão ruim, o problema é os outros, eles não entendem que um homem possa sair só, apenas por sair, isto gera muitos constrangimentos.
Iniciei três regimes, abandonei todos.
Votei no PED contra o Campo Majoritário.
Perdemos a eleição e a oportunidade de resgatar o PT.
Descobri que uma mulher aos 40 anos pode ser mais bela e sedutora do que quando tinha 15.
Sofri um acidente automobilístico, nenhum problema estou vivo, sou maior que uma betoneira...
Tomei muitas bohemias, sempre pensando nela.
Saí do PT depois de 11 anos de sincera militância.
Perdi a esperança na política, posso voltar a ter.
Torci como um louco pelo Náutico, ainda sou apaixonado por futebol.
Vibrei e festejei cada passo dado em direção à ascensão, achei que era o momento de voltar à elite do futebol brasileiro.
Apostei com o Cláudio Sander que venceríamos, o perdedor deveria torcer pelo time adversário por seis meses, que aposta louca...
Fui ao jogo contra o Grêmio, perdemos... Não sei o que dizer sobre isso.
Testemunhei a maior tragédia de uma torcida, parecia o Maracanã na final de 1950.
Estou pagando a aposta, agora sou gremista (só por fora, aqui dentro bate um coração alvi-rubro).
Entrei numa relação proibida, ainda não consegui sair, talvez nunca saia, quem saberá?
Paguei as passagens para uma família de cinco pessoas que estavam na rodoviária e haviam sido roubados, fiquei emocionado com o sorriso daquele Pai de família ao partir me olhando com gratidão. Como tem ladrão nesse nosso amado país...
Amei uma mulher sem ter noção de limite, ainda amo.
Fui tão feliz que andei chorando sozinho.
Escrevi poesias por este romance, todas expostas nesse lugar.
Perdi o medo de me expor, isso é mau, pois tenho feito um monte de bobagens.
Descobri que sou sedutor e charmoso, ao menos tenho acreditado nisto.
Pedi 10 quilos. Passei a me amar, estou quase um metro-sexual.
Perdi o medo de ficar só.
Fui beijado por uma menina na faculdade e fiquei sem saber o que fazer, foi algo inesperado e súbito, ela me assustou com o beijo e com sua beleza, acho que perdi uma amiga...
Resolvi que vou ser mais audacioso, da próxima vez eu tomo a iniciativa, eu acho...
Descobri que danço bem, o que prova que minha antiga parceira é que era dura.
Concluí o Curso de Direito, minha maior vitória.
Voltei a escrever o meu livro (o primeiro), será que vou chegar ao fim?
Ganhei uma causa importante e perdi outras.
Resolvi que vou vencer minha timidez, ainda não sei como, mas vou.
Saí do Orkut, estava muito assediado.
Voltei pro Orkut, fiquei seletivo, só tenho amigos de verdade em minha lista.
Tive muitas tristezas, mas as alegrias, ainda que em menor número, foram mais intensas.
Meu sobrinho formou-se, ele é o filho que eu queria ter.
Minha mãe operou a catarata, mas está perdendo a visão, estou sem saber o que fazer.
Resolvi que nunca deixarei minha mãe só.
Vibrei com os 82 anos dela.
Por fim posso dizer que foi um ano muito agitado e maravilhoso, estou feliz por ter chegado até aqui, ao menos continuo vivo e quem sabe o próximo ano seja melhor?
E que venham os próximos anos, com suas alegrias e tristezas, estarei preparado. Será?

2 Comments:

Blogger nine said...

"Voltei pro Orkut, fiquei seletivo, só tenho amigos de verdade em minha lista."

Aiiiiiiiiiiiiiiiiii que orgulho!!!

:)

6:44 PM  
Blogger Infinit said...

Amigo querido...
Só hoje li tudo que escreveu nesse balanço de 2005.

Sobre o ano passado, eu resumo tudo o que passou, viveu, conseguiu, enfrentou, superou em algumas frases:

- Alguns valores importantíssimos na vida do ser humano vieram à tona. Você sempre os teve. Talvez estivessem adormecidos.
- Invista em você e nas suas idéias. Tenha fé, em quem quer que você acredite, mas principalmente em você e nos seus escritos. Eu acredito em você e quero um exemplar autografado desse futuro best-seller.
- O passado? Passou. Ficou lá atrás. Olhe pra frente. Ou pros lados.
- Eu nem te conheço pessoalmente, mas como já disse que acredito em você e no que você escreve, tenho certeza que você também se tornou uma pessoa muito melhor.

Agradeço, de coração, todas as partes onde me sinto incluída. E mesmo as que não me dizem respeito,
fico contente em saber que elas também contribuíram pro seu crescimento.

Um beijo infinito.

10:50 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home